Imagem que exemplifica a alta produtividade proporcionada pelas lean sales.

Lean sales: 6 formas de reduzir o custo do seu processo de vendas

Confira neste artigo o que é, como surgiram e quais as vantagens das lean sales, além de entender como essa metodologia se diferencia do processo de vendas tradicional e como aplicar seus princípios na prática para otimizar suas vendas.
Não quer ler? Você também pode ouvir o post aqui abaixo
Getting your Trinity Audio player ready...

As lean sales são uma abordagem que adapta os princípios da produção enxuta ao processo de vendas, visando maximizar o valor para os clientes e minimizar os desperdícios. Ela foca em otimizar cada etapa das vendas, removendo atividades desnecessárias e melhorando a eficiência e a satisfação dos leads.

Em um mercado B2B cada vez mais saturado e competitivo, se destacar deixa de ser uma opção e se torna uma questão de sobrevivência para sua empresa.

Isso porque a alta velocidade das mudanças tecnológicas e a evolução constante das expectativas dos leads demandam uma abordagem além do tradicional.

Nesse cenário, no qual cada interação conta e a eficiência operacional é o diferencial entre o sucesso e o fracasso, as lean sales surgem como uma metodologia para otimizar e reduzir o custo do seu processo de vendas.

Mas você sabe o que elas realmente significam e como elas podem transformar seu setor comercial?

Se você respondeu que não ou quer entender como aplicar na prática, você está no lugar certo! Neste artigo, vamos te ensinar o que são as lean sales, como elas surgiram e quais são suas vantagens, além de te mostrar como elas se diferenciam do tradicional, quais são seus princípios e como aplicá-los.

Pronto para enxugar seus processos e aumentar a satisfação dos seus clientes?! Boa leitura!

" COMO CONSTRUIR UM FUNIL DE VENDAS QUE

TE DEIXARÁ RICO "

Termos de Uso

GARANTA SEU LUGAR NO SUMMIT MAIS FODA DE TODA A INTERNET

Por favor, não participe se você se ofende facilmente
com palavrões, ou se você é uma pessoa muito ranzinza que não sorri para um filhote de cachorro ou uma criança. Porque eu não vou conseguir te ajudar.

Mas se você é uma pessoa agradável e quer conseguir mais clientes do que qualquer pessoa poderia lidar… Então esse evento é para você.

O que é a metodologia lean sales: entenda o significado!

As lean sales são uma abordagem que adapta os princípios da metodologia lean, originária do sistema de produção da Toyota, ao processo de vendas.

Tradicionalmente focados na maximização da eficiência e na minimização de desperdícios, a aplicação desses princípios em vendas visa otimizar cada etapa do processo comercial, removendo atividades que não agregam valor ao cliente e melhorando a qualidade das suas interações.

A chave da metodologia lean sales é compreender profundamente o que o lead valoriza e moldar seu atendimento para entregar exatamente isso da forma mais eficiente possível.

Isso não só melhora a experiência de compra, mas também aumenta a produtividade do time, que pode concentrar seus esforços em atividades que contribuem diretamente para o fechamento.

As lean sales representam, portanto, uma evolução significativa em relação aos métodos de vendas tradicionais, promovendo maior agilidade, personalização e eficiência em todo o processo comercial.

Quando e como surgiu a abordagem lean sales?

Como mencionamos acima, as lean sales têm origem no conceito de lean manufacturing, que revolucionou a produção industrial da Toyota no Japão após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), dando origem ao Toyotismo.

A ideia central era maximizar o valor para o cliente ao mesmo tempo em que se minimizava o desperdício, ou seja, qualquer recurso que não contribuísse diretamente para o valor percebido pelo cliente era eliminado.

Essa filosofia, rapidamente, ganhou reconhecimento global como um pilar para melhorar a eficiência e a satisfação dos consumidores de manufaturas. Com o passar do tempo, ela foi adaptada para outros domínios, incluindo vendas B2B.

A transição para as lean sales reflete a necessidade crescente de abordagens de vendas que respondam à complexidade e à velocidade do mercado moderno.

Nesse contexto, essa estratégia se torna uma obrigação para empresas que buscam sobreviver e prosperar, oferecendo mais valor de forma mais eficiente.

Vantagens do método lean sales

Agora que você já entendeu o que são as lean sales, está na hora de deixar ainda mais claro quais são seus benefícios. Veja:

Menor desperdício de tempo e investimento

A primeira vantagem das lean sales é a redução significativa do desperdício de tempo e dinheiro.

Em um ambiente de vendas tradicional, é comum que recursos significativos sejam alocados em atividades que não geram valor direto para o cliente, como processos administrativos ou follow-up com leads de baixa qualidade.

Ao aplicar os princípios lean, sua empresa identifica e elimina essas ineficiências, direcionando seus recursos para esforços que efetivamente contribuem para o fechamento e a satisfação dos clientes.

Isso otimiza seu uso de tempo e capital, acelera seu ciclo de vendas e aumenta a capacidade da sua equipe de responder rapidamente às necessidades do mercado e dos consumidores, elevando sua produtividade e sua eficiência.

Otimização de processos e aumento da produtividade

O segundo benefício das lean sales é a otimização dos seus processos e o consequente aumento da sua produtividade. Ao eliminar etapas desnecessárias e focar nas atividades que realmente agregam valor, você consegue criar um fluxo de vendas mais enxuto e eficiente.

Isso significa que cada membro do time pode se concentrar em tarefas mais impactantes sem se perder em tarefas administrativas ou burocráticas que não contribuem para os resultados.

Com isso, seu processo de vendas se torna mais rápido e fluido, permitindo atender mais leads em menos tempo e, assim, aumentando sua produtividade e maximizando seus resultados financeiros.

Esse foco na eficiência operacional não só reduz custos, como melhora a satisfação dos seus clientes, criando uma vantagem competitiva a longo prazo.

Aumento da excelência do processo de vendas

A terceira vantagem das lean sales é o aumento da excelência do seu processo de vendas. Ao adotar uma abordagem lean, sua empresa se compromete com a melhoria contínua, não apenas em termos de eficiência, mas também na qualidade das interações com os leads.

Isso é alcançado através da análise e da otimização constantes dos seus processos comerciais, garantindo que cada etapa seja o mais eficaz possível.

A excelência se manifesta na capacidade de entender e atender às necessidades dos clientes de forma mais precisa e personalizada, o que, por sua vez, leva a uma maior satisfação e lealdade.

Essa atenção ao detalhe e foco no valor ajudam a diferenciar seu negócio no mercado, tornando suas ofertas mais atraentes que as de concorrentes que ainda utilizam métodos tradicionais e menos orientados ao consumidor.

Melhora da experiência e da satisfação do lead

O quarto – mas longe de ser o último – benefício das lean sales é a melhora significativa da experiência e da satisfação do lead. Isso porque, implementando o lean, você simplifica e personaliza o processo de compra, tornando-o mais ágil e adaptado às necessidades específicas de cada comprador.

Essa abordagem acelera sua jornada de compra e assegura que os clientes se sintam ouvidos e valorizados, uma vez que suas demandas e preferências são colocadas no centro das suas estratégias.

A personalização elevada e a rapidez na entrega de soluções também aumentam a satisfação, incentivando a fidelidade e promovendo uma percepção positiva da sua marca.

Desse modo, as lean sales transformam a experiência de compra dos seus leads, convertendo processos transacionais em jornadas de valor agregado.

Os 6 princípios das lean sales e como aplicá-los na prática

Se você chegou até aqui, deve estar se perguntando: “tudo bem, mas como aplicar o método lean sales na prática?

Neste tópico, é sobre isso que vamos falar! Confira a seguir os seis maiores princípios dessa estratégia e como colocá-los para rodar no seu negócio:

#1 Entendimento profundo do valor percebido pelo cliente

O primeiro princípio das lean sales é o entendimento profundo do valor percebido pelo lead. Isso é fundamental, pois direciona sua estratégia de vendas para atender às necessidades e desejos específicos dos seus clientes, ao invés de seguir com uma abordagem genérica.

Para colocá-lo em prática, é essencial iniciar com uma escuta ativa e uma pesquisa detalhada para capturar as expectativas do consumidor. Para isso, utilize ferramentas como entrevistas, pesquisas de satisfação e análise de feedbacks nas redes sociais para coletar insights sobre o que os leads valorizam.

Em seguida, adapte seu processo de vendas para alinhar sua oferta de produtos ou serviços com essas expectativas. Isso envolve a personalização das suas soluções, o ajuste nas suas comunicações de vendas e marketing e, até mesmo, alterações no design do seu produto.

Implementando esse princípio, sua empresa cria propostas de valor mais atraentes que ressoam diretamente com o público-alvo.

#2 Mapeamento do processo de vendas

O segundo princípio das lean sales é o mapeamento do processo de vendas. Essa etapa é crucial para identificar e eliminar etapas que não agregam valor ao cliente, tornando o processo mais eficiente e focado.

Para implementá-la, comece com uma análise detalhada de cada etapa do seu processo de vendas atual, desde a prospecção até o fechamento. Aplique técnicas como o diagrama de fluxo de valor para visualizar o processo e identificar claramente onde ocorrem desperdícios, como tempo de espera excessivo, atividades redundantes ou pontos de fricção.

Em seguida, reestruture seu processo eliminando ou simplificando estas etapas desnecessárias. Isso envolve, por exemplo, a automação de tarefas repetitivas, a revisão de políticas internas para reduzir burocracias ou a implementação de ferramentas de CRM para melhorar o gerenciamento dos leads.

Ao aplicar esse princípio, você acelera seu ciclo de vendas e melhora significativamente a experiência dos seus clientes.

#3 Fluxo rápido, contínuo e sem interrupções

O terceiro princípio das lean sales é criar um fluxo rápido, contínuo e sem interrupções. Essa abordagem visa a eliminação de gargalos que retardam o processo de vendas, garantindo uma entrega mais ágil e eficaz ao comprador.

Para aplicar isso na prática, é essencial, primeiramente, mapear seu fluxo de vendas atual e identificar pontos nos quais os processos se estagnam ou se tornam ineficientes.

A implementação de sistemas de gestão de relacionamento com o cliente, por exemplo, também pode automatizar tarefas repetitivas e assegurar que as informações fluam sem impedimentos entre os times de marketing e vendas.

Outra estratégia é aplicar técnicas de gestão ágil, como sprints, para promover a rapidez e a adaptabilidade nas suas atividades comerciais.

Ao otimizar o fluxo de vendas, seu negócio responde mais rapidamente às oportunidades e necessidades dos leads, aumentando a satisfação e as chances de fechamento.

#4 Produção puxada pela demanda

O quarto princípio das lean sales é a produção puxada pela demanda. Esse tópico enfatiza a importância de alinhar a oferta dos seus produtos ou serviços à demanda real dos seus clientes, minimizando excessos e evitando desperdícios.

Para colocar isso em prática, é fundamental estabelecer um sistema de feedbacks eficiente com os compradores, permitindo que as vendas sejam guiadas por suas necessidades e interesses. Isso pode ser alcançado através da análise de dados e de interações diretas com o lead para entender suas preferências.

Além disso, técnicas de just-in-time podem ser aplicadas para garantir que os recursos sejam mobilizados somente quando existir uma demanda confirmada, permitindo uma resposta mais ágil e personalizada.

Ao adotar a produção puxada pela demanda, sua empresa otimiza seu processo de vendas, reduzindo custos e melhorando a satisfação do cliente.

#5 Busca contínua por melhoria

O quinto princípio das lean sales é a busca contínua por melhorias. Esse fundamento ressalta a importância de estar sempre buscando formas de aprimorar seu processo de vendas, tanto em eficiência quanto em eficácia, para atender melhor às necessidades dos leads.

Implementar esse princípio requer a adoção de uma cultura de feedbacks e aprendizado contínuo dentro da equipe. Isso pode ser alcançado estabelecendo métricas claras de desempenho e realizando revisões regulares do processo de vendas para identificar áreas de melhoria.

Ferramentas como o ciclo PDCA (Plan-Do-Check-Act) podem ser utilizadas para facilitar esse processo, permitindo que o time planeje melhorias, faça testes em um ambiente controlado, verifique os resultados e aja com base no aprendizado.

Essa abordagem iterativa assegura uma evolução constante do processo de compra, mantendo seu negócio competitivo e alinhado aos clientes.

#6 Colaboração e proatividade

O sexto e último princípio das lean sales diz respeito à colaboração e à proatividade. Essas características destacam a necessidade de todos na organização trabalharem juntos em direção aos objetivos, incentivando uma mentalidade proativa para identificar e aproveitar oportunidades.

Para isso, é preciso promover uma cultura de comunicação aberta e colaboração entre todos os departamentos. Isso pode ser feito através de reuniões regulares entre as equipes, permitindo o compartilhamento de insights, erros, acertos e estratégias.

Além disso, treinamentos que fomentem habilidades comerciais e conhecimento do seu produto ou serviço em todos os níveis da organização capacitam os colaboradores a contribuir ativamente para o processo de vendas, mesmo que não estejam diretamente envolvidos.

Adotando uma abordagem colaborativa e proativa, você cria um ambiente no qual todos são embaixadores da marca, impulsionando sua taxa de conversão.

Qual a diferença entre o processo de vendas tradicional e a estratégia lean sales?

Agora que você já entendeu as principais características das lean sales, vamos deixar ainda mais claro como elas se diferenciam de um processo comercial comum. Algumas das principais diferenças são:

  • Foco no cliente: enquanto o processo tradicional se baseia em técnicas padronizadas e abordagens generalizadas, as lean sales colocam o valor percebido pelo cliente no centro, personalizando a abordagem para atender às suas necessidades;
  • Eficiência operacional: os processos de vendas tradicionais são repletos de atividades redundantes e burocráticas, enquanto as lean sales buscam eliminar desperdícios e otimizar cada etapa para ser mais ágil e eficiente;
  • Melhoria contínua: diferentemente do modelo tradicional, que é mais rígido e resistente a mudanças, a estratégia lean enfatiza a importância da adaptação e do aprimoramento contínuo, usando feedbacks dos leads e análises de desempenho para melhorar constantemente;
  • Colaboração entre as equipes: nos processos tradicionais, os times operam em bolhas, enquanto as lean sales incentivam uma colaboração intensa entre vendas, marketing, produto e suporte ao cliente, promovendo uma abordagem unificada que beneficia o cliente.

Conclusão

Se você chegou até aqui, parabéns, você já está pronto para aplicar as lean sales no seu negócio e alavancar no mercado tão rápido quanto o Japão se recuperou após a Segunda Guerra Mundial.

Agora, é hora de colocar a mão na massa!

Caso tenha restado alguma dúvida, deixe nos comentários! Será um prazer te ajudar a chegar ao topo junto com a Growth Machine.

Obrigado por nos acompanhar e até a próxima leitura!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas

Imagem que exemplifica a triplicação do número de agendamentos lograda pela Leão Marketeria no High Growth.

Case Leão Marketeria: 3x mais agendamentos em fim de ano

Descubra neste artigo como a Leão Marketeria conseguiu dobrar de tamanho e triplicar o seu número de agendamentos durante as festas de fim de ano, tudo isso através das estratégias e mentalidades aprendidas com a participação no High Growth.

Imagem que exemplifica dois touchpoints essenciais em vendas: e-mail e ligação.

Touchpoints: o que são, exemplos e 6 dicas para fazer

Confira neste artigo tudo sobre os touchpoints, desde sua definição, sua importância e suas funcionalidades até seus principais tipos, exemplos, como inseri-los na jornada de compra e seis dicas para ser mais eficiente e conversivo.